Registrado dois casos da febre chikungunya no Paraná

20R0W0L080ORHQWRJK1RIQTRSQL0XQDRE0FRRQOQLQJRU0FQJKCQ40JQ70YQ701RMQ3R7QR0E000W0DR0QS0E0H070

 

No início dessa semana, A Secretaria Estadual de Saúde confirmou no Paraná em Maringá, o registro de dois casos de febre chikungunya. O casal teria sido contaminado pela doença durante uma viajem ao Haiti em maio. Pouco tempo depois de voltarem ao Brasil, no mês de junho começaram a surgir os sintomas.

A doença já foi tratada e ambos estão bem, porém, é preciso estar atento para que a doença não seja transmitida para outras pessoas e assim acabe se propagando por todo o país, o risco é maior devido ao clima brasileiro ser favorável a essa espécie. Segundo o Superintende de Vigilância em Saúde, Sezifredo Paz que afirmou em nota, que mesmo se tratando de dois casos de doenças trazidas de outro país, às medidas para controla-las foram intensificadas no Brasil, assim como a conscientização da população.

 

SOBRE A DOENÇA

Segundo o Ministério da Saúde, a febre é causada pelo vírus do gênero Alphavirus, pelo Aedes aegypti e o Aedes albopictus, principais transmissores da dengue, da febre chikungunya e da febre amarela.  Os principais sintomas da doença são dores de cabeça, prostração, diarreia, vômitos, febre e dores nas articulações.  Não existe um tratamento para essa doença, porém, são utilizados diversos remédios e medicamentos para aliviar esses sintomas.

 

DETETIZADORA EM CURITIBA

Se você tem problemas com Pragas? Aerojet pode resolver esse problema! A Dedetizadora em Curitiba que vai ajudar você a cuidar desses pequenos insetos que dão grande trabalho com o intuito de estar sempre em dia com a saúde e a segurança. Faça uma visita!

Ainda não há comentários.

Deixe um comentário